segunda-feira, 29 de março de 2010

NOVO CD DO UGANGA PARA DOWNLOAD!


A banda mineira UGANGA lançou em janeiro de 2010 seu 3º trabalho, "Vol.3: Caos Carma Conceito" e você já pode fazer o download completo do mesmo através do Compacto.REC.
Basta acessar o blog do Compacto.REC e baixar o cd com as letras, capa, encarte e demais infos contindas no material físico.
Pra quem ainda não conhece o trabalho da banda, acesse: www.myspace.com/uganga
Contamos com a ajuda de todos para que essa seja a edição do Compacto.REC com o maior número de downloads!
Então, mesmo que você já tenha o cd físico, acesse o site e baixe o material virtual!
Sua ajuda é muito importante pra nós. Valeu!
Família UGANGA

Xzibit – Greatest Hits (2009) – Download

Alvin Nathaniel Joiner nasceu em Detroit em 1974, na adolescência adotou o nome Xzibit e começou a cantar rap, mas logo viu que dificilmente chegaria longe em uma cidade com pouca tradição no estilo.
Decidido a se tornar um profissional partiu para a Califórnia, onde após algum tempo conheceu o veterano King Tee, que o convidou a fazer parte da Likwit Crew, uma posse fundada por Tee que reunia vários rappers e grupos, entre eles Tha Alkaholiks, Dafari, J.Wells, Phil da Agony, Lootpack, Styliztik Jones, Declaime, Montageone e The Barbershop MC´s.
Fez algumas participações em discos e shows de King Tee e do Tha Alkaholiks que tiveram uma boa aceitação na cena rap underground da costa oeste estadunidense, e que levaram a Loud Records a lhe oferecer um contrato, prontamente aceito!
Lançado em 1996 `At the Speed of Life` foi o 1º trabalho de Xzibit e de cara já emplacou o hit `Paparazzi`, que chegou a entrar na parada da Billboard, nada mal para o rapaz de Detroit!
Em 1998 lançou seu 2º trabalho `40 Dayz & 40 Nightz`, que atraiu a atenção de nínguem menos que Dr.Dre, que o colocou para cantar com Snoop Dogg na música `Bitch Please` e o convidou para participar de seu disco `2001`, que estava sendo gravado na época.
O disco foi um verdadeiro `apanhado` de hits e a participação de Xzibit nas faixas `Lolo`, `Some L.A Niggaz` e `What´s the Difference` (ao lado do estreante Eminem) é um dos destaques do disco.
No meio de 2000 o velho doutor organizou a histórica `Up In The Smoke Tour`, que cruzou os E.U.A de costa à costa lotando estádios e ginásios, e resolveu colocar seu ´pupilo` Xzibit nela, olhem só as atrações: Kurupt, Warren G, Xzibit, Eminem, Ice Cube, e Snoop Dogg e Dr.Dre fazendo um show em dupla, que fechava a noite, credo!
Com a exposição a todo um novo público, e com as bênçãos de Dre, Xzibit estourou, se tornando um dos rappers mais conhecidos dos E.U.A.
Para firmar de vez seu status Xzibit lançou ainda em 2000 o disco `Restless`, com produção executiva de Dr.Dre, que trouxe o mega hit `X`, que se tornou o `hino` de Xzibit, adivinha quem produziu a música?
Após isso Xzibit continuou a lançar álbuns bem sucedidos durante os anos 2000´s e também passou a investir, a exemplo de tantos outros rappers, na carreira de ator, na qual é extremamente bem sucedido, tendo participado de filmes como `8 Milhas`, `XXX 2`, `Arquivo X: Eu quero acreditar`, e mais recentemente de `Vício Frenético`, em que tem um papel de destaque no filme.
Além do cinema Xzibit também atua na TV, sendo há muitos anos o apresentador do programa `Pimp my Ride` da MTV.
Além de cantar e atuar Xzibit também atua na indústria de games, constantemente fazendo vozes de personagens e narrações, e até sendo um personagem, como nos games Def Jam: Fight for New York, Pimp My Ride, NFL Street 2, e Madden NFL 2001.
Definitivamente um homem de vários talentos!
Conheci o som do Xzibit através do disco `2001` do Dr.Dre e logo corri atrás do seu material, e viajei no som.
Um amigo meu tem o vídeo da `Up In The Smoke Tour` (em VHS!) e eu e mais uma galera `enjoamos` de tanto assistir o lance, e a parte que eu mais gostava era a hora em que o Xzibit participava do show, muito louco, boas lembranças!
Além de ser um dos meus rappers favoritos Xzibit parece ser uma pessoa bem simples, de boa, ao contrário da maioria dos artistas que `se entopem de grana` rapidamente, que quase sempre se transformam em seres de difícil trato.
Se você já conhece o som do Xzibit aqui estão seus maiores sucessos reunidos, claro que faltou uma ou outra música, mas no geral a coletânea ficou boa.
Mas se você não conhece o som dele se prepare, o barato vicia!
Baixem!
01. Paparazzi 3:55
02. The Foundation 3:55
03. Enemies And Friends 4:02
04. What U See Is What U Get 5:11
05. Los Angeles Times 4:24
06. Deeper 2:57
07. U Know Ft. Dr. Dre 3:28
08. Don't Approach Me Ft. Eminem 4:37
09. "X" 4:16
10. Release Date 4:05
11. Break Yourself 3:12
12. Heart Of Man 4:08
13. Hey Now (Mean Muggin Version) 4:20
14. Muthafucka (Explicit Version) 2:57
http://www.megaupload.com/?d=27LDCRWQ

Xzibit – paparazzi


Xzibit - The Foundation


Xzibit - What U See Is What U Get


Xzibit - X


Dr Dre Feat Eminem & Xzibit - Whats The Difference


Snoop Dogg & Xzibit Bitch Please Live/Up in Smoke Tour 2000


2012 (2012, E.U.A, 2009) – Download

Nunca antes na história uma data foi tão significante para tantas culturas, tantas religiões, cientistas e governos. 2012 é uma aventura épica sobre um cataclismo global que traz o fim do mundo e conta a heróica luta dos sobreviventes.
DOWNLOAD
http://www.megaupload.com/?d=XVGJJ8LK

Trailer

Link originalmente postado no Melhores Filmes Grátis http://filmesdeprima.blogspot.com , blog cabuloso de filmes, uma verdadeira overdose, visite-os!


Jogos Mortais – Renascimento (2005) – HQ Scan Download


Sinopse: Esta grande edição especial conta como um simples homem se tornou o assassino JIGSAW, astro do filme Jogos Mortais. Você pode conferir a origem do assassino que é figura central do filme, e quais suas motivações. Se você é fã dos filmes da série Jogos Mortais, então essa é leitura obrigatória!!!!!

DOWNLOAD
http://rapidshare.com/files/224656096/Jogos_Mortais_-_Renascimento.pdf
CDisplay – Programa para ler HQ´s
http://cdisplay-comic-reader-18.zipdownloads.com.br/download.html

Link originalmente postado no Scanmaniacs
http://scanmaniacs.blogspot.com

Soulfly divulga a capa de Omen e disponibiliza a faixa `Rise Of The Fallen` para download

Essa semana o Soulfly divulgou a capa de seu novo disco `Omen`, que será lançado em maio próximo em duas versões, a normal e a digipack, como é costume da Roadrunner.
A versão em digipack trás além dos covers que serão usados em lados B dos singles um DVD com um show da banda gravado na Alemanha em julho de 2009.
Adorei ambas as capas, ficaram lindas, na minha opinião essa é a melhor capa do Soulfly em toda a carreira da banda!
Ainda na semana passada o Soulfly liberou para download através do site oficial da Roadrunner a faixa `Rise Of The Fallen`, que tem a participação especial de Greg Pucciato (vocalista do Dillinger Escape Plan), a música não tem nada especialmente diferente, e se parece bastante com a sonoridade do Soulfly na época do disco `Primitive`.
Para você não ter que ir no site da Roadrunner e passar por toda a burocracia de registro para conseguir baixar a música coloquei um link dela no megaupload aqui, baixe-a e tenha uma idéia do que será o novo trabalho do Soulfly.
Rise of the Fallen - Download
http://www.megaupload.com/?d=1PIUZBFA

Normal
01. Bloodbath & Beyond
02. Rise Of The Fallen
03. Great Depression
04. Lethal Injection
05. Kingdom
06. Jeffrey Dahmer
07. Off With Their Heads
08. Vulture Culture
09. Mega-Doom
10. Counter Sabotage
11. Soulfly VII



Digipack (CD + DVD)
01. Bloodbath & Beyond
02. Rise Of The Fallen
03. Great Depression
04. Lethal Injection
05. Kingdom
06. Jeffrey Dahmer
07. Off With Their Heads
08. Vulture Culture
09. Mega-Doom
10. Counter Sabotage
11. Soulfly VII
12. Four Sticks (Bonus Track)
13. Refuse/Resist (Bonus Track)
14. Your Life, My Life (Bonus Track)

Bonus DVD: Live at the With Full Force festival, Germany - July 3, 2009
01. Blood Fire War Hate
02. Sanctuary
03. Prophecy
04. Back To The Primitive
05. Seek ‘N’ Strike
06. Living Sacrifice
07. Enemy Ghost
08. Refuse/Resist
09. Doom







Sepultura lança cerveja para comemorar 25 anos de existência

A matéria a seguir foi publicada no site oficial do SEPULTURA.

Em 2009 o Sepultura completou 25 anos de existência. Não são muitos que completam um quarto de século e ainda tem muita inspiração para se aventurar em novos terrenos. Depois de 12 discos, mais de 15 milhões de cópias vendidas, shows nos 5 continentes, o Sepultura se reúne para um trabalho diferente. Não é mais um álbum, não é mais um show. O Sepultura está concentrado no desenvolvimento de sua cerveja para brindar seus 25 anos de estrada junto com seus fãs! A primeira cerveja de uma banda brasileira é produzida pela Fábrica do Chopp, microcervejaria de São Paulo. A cerveja Weiss do Sepultura foi selecionada entre distintas fórmulas, chegando a um sabor e aroma que agradasse os quatro membros da banda. Com o aval de Andreas, Derrick, Jean e Paulo, os fãs podem ouvir as músicas do grupo acompanhadas com a cerveja do Sepultura.
A cerveja de trigo, original da Bavária na Alemanha, já foi privilégio de reis e príncipes. A partir da década de 80, os fãs de cerveja redescobriram seu sabor e espalharam desde a Bavária para todo o mundo uma onda de Weissbier, que instigou cervejeiros de todos os cantos do planeta. O seu apelo internacional tomou de assalto o Reino Unido, os Estados Unidos e muito outros países que hoje produzem a cerveja de trigo, seguindo a tradição da Weissbier Bávara. Geralmente a cerveja de trigo não é filtrada, conferindo uma aparência opaca, mas muito clara, com espuma branca e sempre efervecente.
INFORMAÇÕES
Cerveja de trigo, de alta fermentação, não filtradaApresenta aroma frutado de maçã e cravoFermentação método champagnoseElaborado com matérias primas importadas.100% de malte de trigo, conforme a lei de pureza alemãTeor alcóolico: 4,5%Volume: 600ml
Fabricado e engarrafado por RPM Industria e Comércio de bebidas LTDA Composição: Água, malte de trigo e ceveda. Lúpulo e leveduras.
PRIMEIROS PONTOS DE VENDA
Melograno / Kia Ora / O´Malleys / All Black / Rhino Pub / Fã Clube Sepultura (Galeria do Rock) / Retro Pub / Privileggio: Shopping Parque Dom Pedro / Metal Mania / Fabrica do Chopp / D´Nices Café / Sal Gastronomia / Grainnes
Preço sugerido para o kit: 2 garrafas + copo especial + bolachas exclusivas: R$60
Cerveja avulsa: R$18
Fotos divulgação (Crédito obrigatório: Paulo Villar/M31)

Dicas Info – Pendrive-se – Download

Link originalmente postado no Scanmaniacs

Um Olhar do Paraíso (The Lovely Bones, E.U.A, 2009) – Resenha

Diretor: Peter Jackson
Roteiro: Peter Jackson, Fran Walsh, Philippa Boyens
Produção: Peter Jackson, Carolynne Cunningham, Aimée Peyronnet, Fran Walsh
Estúdio: Paramount Pictures
Elenco: Mark Wahlberg, Rachel Weisz, Susan Sarandon, Saoirse Ronan, Stanley Tucci, Michael Imperioli, Amanda Michalka, Reece Ritchie, Rose Mclver, Andrew James Allen
Gostei, embora o final não tenha me agradado muito achei `Um Olhar do Paraíso` um bom filme.
Estava ansioso para assistir esse filme, qualquer projeto de Peter Jackson me interessa, mas só recentemente ele entrou em cartaz aqui em Goiânia, alguns filmes demoram para chegar na capital do pequi, outros nem chegam....
`Um Olhar do Paraíso` conta a história de Susie Salmon, uma jovem de apenas 14 anos que é brutalmente assassinada e fica em uma espécie de limbo, indecisa entre acompanhar a vida de seus entes queridos ou seguir para outro plano espiritual.
Quase todas as críticas que li sobre o filme foram negativas, a maioria dizendo que Jackson deu um tratamento muito leve a um tema tão pesado, discordo, acho que ao optar por um clima mais `fantasioso` ele acertou, pois o contrário poderia deixar o filme perigosamente próximo do dramalhão.
A trama acontece simultaneamente no `paraíso` de Susie e na terra, as partes `espirituais` mostram Susie descobrindo e aceitando sua nova condição, e as partes terrenas mostram sua família lidando com sua morte e a investigação feita pela polícia.
Aos poucos Susie consegue se contactar, muito fracamente, com seu pai e sua irmã, os levando a suspeitar de um vizinho, que foi quem a assassinou.
Não vou entrar em detalhes sobre o final para não estragar o prazer em assistir o filme de ninguém, mas ele é, digamos, não convencional.


Se por um lado adorei o fato de Jackson não ter se rendido ao apelo fácil e óbvio de um final tradicional, por outro lado achei que o castigo do vilão não foi nem de longe suficiente para ele pagar por toda a dor que ele causou.
A justiça acontece, mas não no sentido tradicional, e sim de uma maneira `divina`, tirando isso `Um Olhar do Paraíso` é um filme muito bom.
Destaques: Os magníficos efeitos especiais, especialmente nas cenas do `paraíso` de Susie e nas seqüências com algum elemento sobrenatural, a cena em que o espírito de Susie passa correndo por Ray , uma jovem que vê espíritos, vai ficar muito tempo na minha cabeça, e provavelmente na de quem assistir o filme também!
Outro destaque é a caracterização perfeita dos mínimos detalhes dos anos 70, vide o inacreditável penteado de Mark Whalberg!
Espectadores atentos irão notar uma rápida referência à trilogia `O Senhor dos Anéis` em uma cena no shopping que os personagens freqüentam, e também a capa do 1º vinilzão do Black Sabbath em uma cena chave quase no final do filme.
Se você gosta do Peter Jackson, é fã de filmes não convencionais, ou ambas as coisas, te recomendo `Um Olhar do Paraíso`, assista no cinema!
TRAILER








Marvel anuncia primeiras HQs com Marvelman

Desde que anunciou que havia comprado Marvelman, em julho, a Marvel faz silêncio sobre o personagem. A primeira informação finalmente saiu.
Em junho, será lançados nos EUA Marvelman Classic Primer #1, uma revista que recupera várias informações sobre o personagem a partir de entrevistas com seu criador Mick Anglo, Neil Gaiman e outros. Além disso, a edição terá desenhos do personagem por Mike Perkins, Doug Braithwaite, Jae Lee e outros artistas da Marvel.
Para julho, a Marvel promete outros dois lançamentos com o herói: a série mensal Marvelman Family's Finest, que vai reproduzir suas aventuras clássicas, até então só publicadas na Inglaterra, e a coletânea em capa dura Marvelman Classic Vol. 1, também com aventuras antigas, da década de 1950.
Ou seja, por enquanto nada do que os fãs mais querem, que é a republicação da famosa fase de Alan Moore com o personagem e a publicação de "The Silver Age", a história de Neil Gaiman cujos capítulos finais nunca foram lançados (mas que tem os roteiros prontos). Correm os rumores de que essas histórias continuam em disputa jurídica, com várias pessoas alegando ser detentoras dos direitos.

Predators – 1º trailer




Frank Miller lança site

O incomparável Frank Miller recentemente inaugurou seu site oficial, chamado Frank Miller Ink, http://www.frankmillerink.com

Em seu primeiro post ele escreveu sobre sua revolta com o tratamento que parte da imprensa deu à cobertura da morte da atriz Britanny Murphy, que era sua amiga e atuou no filme `Sin City`, baseado em uma HQ de Miller e co-dirigido por ele.
Miller disse que esse primeiro post foi na verdade uma maneira de colocar para fora algo que estava `entalado` em seu peito, e que os próximos posts serão mais `normais`.
FRANK MILLER E BRITANNY MURPHY

terça-feira, 23 de março de 2010

Licor de Xorume - Entrevista e Download da Demo Lixo Humano


Catuabacore da Terra do Pai D´ Égua

Tenho reparado que de uns tempos para cá as bandas paraenses de HC estão realmente caprichando na hora de escolher o nome, o barato está cada vez mais esdrúxulo e exótico!

De onde vocês tiraram o nome Licor de Xorume e o que querem expressar com ele?

O nome Licor de Xorume não é nada demais, o nome da banda era Xorume, então o pessoal na época que já tinha fama de pinguços acharam muito simples e queriam um nome composto, e foi numa dessas bebedeiras que surgiu o Licor de Xorume.

Como foram os primeiros contatos de vocês com o Punk/HC e por que decidiram tocar esse estilo?

A gente curtia bandas como Cólera, Replicantes, RDP etc.....

Identificamo-nos com o som e letras e resolvemos montar uma banda de Hardcore também.

Quando vocês formaram a banda? A formação mudou muito?

O Licor Surgiu em meados de 2002, daí pra frente passaram várias pessoas

Quais são as influências musicais do Licor de Xorume?

Pô são muitas, se for falar aqui a galera vai se enjoar de ler, hehehehehe

E as letras? O que querem expressar com elas?

Algumas são políticas, outras abordam temas sociais, e outras de bebidas, especialmente a Catuaba. Hehehehe.

Temos uma preocupação em falar de temas que geralmente são expostos na mídia mas esquecidos pelo povo. Mas o Licor acha que na forma de tocar as músicas esses temas jamais serão esquecidos.

Quem foi a bendita mente que inventou o termo Catuabacore?

Foi um junção de 2 fatos, o 1° foi um festival de bandas punk /HC que nós tocamos e lá tinha uns punks assistindo os shows. Quando fomos tocar os caras começaram a jogar terra, cuspir e xingar, pois tínhamos sido anunciado como banda punk e o Vevé (baixista) estava de All Star.

Aí mano, resolvemos nos (en)titular de outro gênero.

O 2° fato foi quando o Mucura entrou, ele sempre tocava com uma garrafa de Catuaba na mão, um belo dia ele chegou com esse lance de catuabacore, aí pegou.


Em 2006 vocês lançaram a demo `Lixo Humano`, e ano passado lançaram o Split CD `Destruição Além da Cevada` com o U.T.I, como foi a repercussão da demo e como está sendo a repercussão do split?

Gravar a demo foi muito legal, a galera curtiu muito aqui, infelizmente não divulgamos tanto, ao contrario do Split junto com o UTI, que pô, foi um CD de uma parceria pra lá de alcoólica.

Pretendem lançar outra demo ou irão partir para um CD oficial?

Estamos pensando ainda, mas com certeza queremos lançar algo oficial.

Como está a divulgação do Licor de Xorume através de Myspace, Orkut, Fotolog e afins?

A internet sem sombra de duvida é essencial para a divulgação de bandas e pra contatos com gente de fora do estado e até mesmo do Brasil, depois da mini tour muita gente acessa nosso myspace

Com certeza vocês sabem da existência do Blog Licor de Chorume aqui em Goiás, o que acham de iniciativas como essa?

Os blogs são os novos fanzines?

É muito legal o blog Licor de Chorume, eu estou sempre acompanhando, infelizmente não existem mais zines como existiam antes, mas, porém, esses blogs vieram com o mesmo objetivo que é divulgar o lado underground.


Recentemente vocês fizeram uma tour por Tocantins, Goiás, e Distrito Federal, como vocês armaram essa tour? Gostaram da experiência? Como foi cair na estrada para tocar? Já haviam tocado fora do Pará antes?

Quem armou as cidades pra nós foi o nosso amigo Kaká do Derci Gonçalves, fomos de carro, a viagem foi super cansativa, mas a vontade de tocar era grande porque nunca tinhamos tocado fora do Pará e nunca passamos tanto tempo juntos antes, foi uma experiência muito boa.

Vou puxar a brasa para a minha sardinha mais uma vez!

O que acharam dos shows em Goiânia?

Cara a cena de Goiânia é muito foda, a galera agita mesmo, você não sabe o quanto achamos legal estar aí com vocês.

Fiquei de cara quando soube que vocês estavam viajando de carro próprio, sai muito mais caro que viajar de baú!

Mas com certeza é mais confortável e agradável.

Como vocês seguraram a onda financeiramente nessa tour pelo centro – oeste brasileiro?

Pô viajar de carro não é fácil, a gente fez um orçamento e fomos com a grana contada, infelizmente a gasosa em muitos postos estava mais cara do que tínhamos planejado, mas no fim deu tudo certo chegamos em casa salvos,heheheh

Como é a cena Punk/HC em Belém e no Pará em geral em termos de bandas, público, zines, locais de show, points, etc?

Cara a cena aqui é muito boa e está crescendo, a cada show eu vejo uma molecada nova, bandas novas estão surgindo, temos uns poetas maneiros também, zine eu não vejo mais, mas tem uns blogs que falam da cena aqui

Belem as Fuck
http://belemasfuck.blogspot.com/

Hardcore Reunion

http://hardcorereunion.blogspot.com



O estado do Pará (falei que nem a Joelma!) tem uma tradição forte na música underground, tanto metal quanto hardcore, com bandas lendárias e históricas como o Stress e o Delinqüentes, eles ainda tocam por aí? Ainda freqüentam os shows? Vocês das bandas mais novas tem contato com eles?

Não temos contato com o Stress, já os vi em alguns shows, agora temos contato freqüente com o Jaime do Delinqüentes porque ele tem um estúdio, sempre que pode ele vai num evento de hardcore

O Derci Gonçalves e vocês estão abrindo as portas de um intercâmbio muito massa entre as cenas HC de Goiás e do Pará, inclusive o WC Masculino tocou aí, vi alguns trechos dos shows deles no Youtube, o negócio foi insano, vocês realmente são empolgados na hora de agitar!

Que outras bandas daí vocês acham que rola de virem tocar aqui? E as daqui, viram os shows das bandas goianienses que tocaram no mesmo dia que vocês? O que acharam? Que bandas daqui vocês conhecem? Além do WCM, é claro!

O Escárnio vai tá dando as caras aí em julho num tour, vi muitas bandas, Ímpeto, Abalo Sísmico, Death from Above e muitas que eu não me lembro de cabeça agora, mas Os Gays, cara esses bichos são fora do normal, mano, pena que as meninas não ficaram nuas também. Heeehe


Agora que eu já fiz as perguntas `obrigatórias` vamos falar de algo que vocês gostam bastante, a `marvada` pinga!

Quando o pessoal do Derci Gonçalves esteve aqui comentaram comigo que vocês iriam até chorar quando vissem as catuabas de 1 litro aqui de Goiás!

O que acharam da catuaba daqui? É mais forte ou mais fraca que a do Pará?

Putz, particularmente eu não gostei muito não (heheh) achei fraca, mas gosto é gosto, é que nem cú, cada um tem um.

Talvez vocês não curtam a nossa também, como teve gente que não curtiu a nossa. Mas o Mucura achou muito boa e até fez uma letra que fala da Selvagem, Duelo e Da Raça, onde é frisado que não importa a catuaba o que importa é ficar doido. hehehe

Falem para nós os nomes das catuabas preferidas da galera aí em Belém.

Inclusive vocês trouxeram um estoque de catuaba paraense com vocês, era medo de não gostarem da catuaba daqui?

Aqui a galera curte a catuaba Duelo (a que tem uma bunda muito bonita na embalagem), nós levamos pra galera experimentar ai em Goiânia, mas acabamos bebendo quase tudo na viagem, hehehehehe

Apresentei a jurubeba para alguns de vocês mas pude perceber que vocês gostam mesmo é de catuaba!

E além da Catuaba, alguém na banda gosta de `emoções mais fortes` como conhaque, vodka, pinga?

Nosso fígado é total flex.! Heheh

Como bons bebedores vocês devem ser escolados em ressaca, conhecem alguma receita para alivia-la?

Beber de novo, hhehehe

Não pude engatar com vocês dessa vez porque estou tomando uns remédios e só posso beber uma vez por semana, e no dia do 1º show de vocês eu já tinha bebido na sexta, mas na próxima vez vou comprar um estoque de catuaba e trazer vocês aqui em casa para um churrasco, fechado?

Opa, fechou sim mano, chama o Alexandre nosso churrasqueiro oficial de Goiânia

E o Paysandu, o glorioso `Papão da Curuzu`? Todo mundo na banda é Papão ou tem algum torcedor do Remo enrustido?

Na banda só o batera que torce pro Remo, na verdade ele não sabe nem quando é escanteio, é um sofredor mesmo.

Aproveitem a deixa e nos contem como é o campeonato paraense. Por aqui nós só ouvimos falar do Paysandu, do Remo, e de vez em quando da Tuna Luso, mas boto fé que devem ter altos times exóticos por aí!

O campeonato aqui é dividido em 1º turno e 2º turno, os vencedores disputam a final do Parazão, que tem uns times que chegam a assustar um pouco, São Raimundo, Águia, etc...cara recentemente foi criado um time de índios chamado Kinkategê.

Foi muito bom para o marketing e pra oportunidade de inclusão social.



E o Tecnobrega? Vocês `chocaram` algumas pessoas aqui com o arsenal de tecnobrega que vocês mostraram para elas!

Gostam só de tecnobrega ou também apreciam os outros ritmos paraenses como o calypso, o carimbó, guitarrada, etc?

Gostamos do carimbó e da guitarrada porque são ritmos que nos contagiam

O que vocês estão escutando ultimamente?

De tudo um pouco, mais hardcore mesmo, mas, estou ouvindo nesse exato momento um CD do Superpop.

Sempre faço essa pergunta para bandas em que o pessoal já tem uma certa idade, como vocês fazem para conciliar o Licor de Xorume com as inevitáveis obrigações de trabalho/relacionamentos/família?

Não é muito difícil, um bom dialógo em casa resolve tudo.

Cara, no momento tá bastante complicado, o Mucura é geólogo e está morando no interior e sem direito a folga na cidade e a cidade fica uns 800km da capital, aí é complicado ele vir tocar com a gente.

O C3 guitarra é engenheiro de produção e mora numa cidade a 100km de Belém aí tem fim de semana que ele pode ou não vir.

O Vevé e o Lesão tem filhos pra cuidar...ai também é complicado.

E fora que todos são casados.

Acho que é isso aí, espaço livre.

Agradecendo mais uma vez a força que Goiânia esta dando a nós, foi um prazerzaço tocar aí na cidade de vocês e esperamos voltar aí em breve, um abraço pro Segundo, as meninas do Sutiã killer, Slake, a todos que nos receberam aí e principalmente pra nosso amigo Alexandre do WCM.

E viva a Catuaba!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Demo Lixo Humano (2006)

http://www.4shared.com/file/96441968/ac983bec/Licor_de_Xorume_-_Lixo_Humano.html

Licor de Xorume – Tour 2010

Licor de Xorume (Ensaio no Fábrika Stúdio) dia 27/03/2008

Licor de Xorume no Madruga Fest 3 (parte 1)

Licor de Xorume no Madruga Fest (parte 2)

http://www.myspace.com/licordexorume51























A morte de Dina Di

Faleceu na madrugada do dia 20/03 a rapper Dina Di (Viviane Lopes Matias), uma das mais antigas e influentes MC´s femininas do Brasil.

Recentemente ela havia dado à luz uma menina (Aline), sua segunda filha, mas teve complicações pós parto, que a levaram a ter que ficar internada por 10 dias, ocasião em que contraiu infecção hospitalar, que infelizmente evoluiu para infecção generalizada, causando sua morte.

À frente do Visão de Rua Dina Di teve uma carreira gloriosa e vencedora, levando a bandeira do Rap Feminino em um país tão machista e preconceituoso, sendo exemplo e inspiração para milhares de minas pelo país inteiro se envolverem com o Hip Hop.

Viviane teve uma vida marcada por tragédias, desde a mais tenra idade, mas soube ter força de vontade para lutar contra todos seus problemas e não se entregar ao caminho (não tão) fácil do crime e da prostituição.

Preferiu acreditar na arte, e lutar tendo a música como arma para alcançar seus objetivos e ser alguém.


Tive a oportunidade de ver um show do Visão de Rua aqui em Goiânia no longínquo 1995, no Martim Cererê (??!!!??), onde por incrível que pareça shows de rap eram realizados até mais ou menos 1996/97.

Pude trocar algumas palavras com ela no dia do show, super gente fina e simpática, além de muito carismática.

Sua voz forte, levadas cabulosas, letras pesadas, e o já citado carisma, enfim, o legado do Visão de Rua, agora fazem parte da história do rap nacional.

Fica aqui minha homenagem a essa verdadeira guerreira do rap nacional e meus pêsames à família e aos amigos, descanse em paz Dina Di.



Dina Dee-Mente Engatilhada

VISÃO DE RUA - IRMÃ DE CELA

Visão de Rua - Confidências de uma Presidiaria

Jean Charles (Brasil/Inglaterra, 2009) – Download


Jean Charles de Menezes (Selton Mello) é um eletricista mineiro, morador de Londres que ajuda na chegada de sua prima Vivian no país onde já vive com Alex e Patrícia. Muito comunicativo, Jean Charles conhece muita gente se envolve em várias situações
Em 22 de julho de 2005 ele é morto por agentes do serviço secreto britânico no metrô local, confundido com um terrorista. O fato abala a
vida dos primos, que precisam reconstruir a vida ao mesmo tempo em que buscam por justiça.

DOWNLOAD

http://www.megaupload.com/?d=DIOUXRB0

http://depositfiles.com/pt/files/qb92wle5b

TRAILER

A Liga Extraordinária Vol 01 e Vol 02 – HQ Scan Download

Londres, 1898. A Era Vitoriana chega ao fim e o século XX se aproxima. É uma época de grandes mudanças e de estagnação, um tempo de completa ordem e caos total. Uma era em busca de campeões! Allan Quatermain, Capitão Nemo, Hawley Griffin, Dr. Henry Jekyll, Sr. Edward Hyde e a Srta. Mina Murray são esses campeões e, juntos, formam a Liga Extraordinária. Recrutados pelo enigmático Campion Bond, sob ordens do misterioso "M", estes seis aventureiros trabalham a serviço do império britânico e deverão deter a todo custo o nefasto "Doutor", que pretende dominar a Inglaterra e... o mundo! Mas nem tudo é o que parece. Outros fatores misteriosos e muito além do controle também estão em ação. E uma aventura sem igual tem início... Recentemente transformada numa superprodução para o cinema, A LIGA EXTRAORDINÁRIA foi escrita pelo aplaudido Alan Moore (de Watchmen) e ilustrada pelo talentoso Kevin O'Neill (de Marshall Law). Baseada nos grandes clássicos da literatura fantástica do final do século XIX.

http://rapidshare.com/files/197181860/Liga_extraordinaria_volume_01.rar

CDisplay – Programa para ler HQ´s

http://cdisplay-comic-reader-18.zipdownloads.com.br/download.html



Londres, 1898. A Era Vitoriana chega ao fim e o século XX se aproxima. É uma época de grandes mudanças e de estagnação, um tempo de completa ordem e caos total. Uma era em busca de campeões! Esses campeões já se reuniram antes, onde enfrentaram o satânico Doutor e o maquiavélico Professor Moriarty. Agora, nossos destemidos aventureiros estão diante de uma nova e aterradora ameaça! Baseada nos grandes clássicos da literatura fantástica do final do século XIX, como Drácula, As Minas do Rei Salomão, O Médico e o Monstro, 20.000 Léguas Submarinas, O Homem Invisível e outras, A Liga Extraordinária mostra Allan Quatermain, Capitão Nemo, Hawley Griffin, Dr. Jekyll, Sr. Hyde e a Srta. Mina Murray enfrentando uma ameaça vinda do planeta Marte quando cilindros metálicos começam a cair nos arredores de Londres e estranhas criaturas provocam o pânico na população! Claramente uma revisitação do clássico livro A Guerra dos Mundos, de Herbert George Wells, esta nova aventura acrescenta novos elementos ao gênero de invasões interplanetárias incorporando personagens de outras obras clássicas como John Carter de Marte, de Edgard Rice Burroughs. Escrita pelo premiado Alan Moore e ilustrada pelo talentoso Kevin O'Neill. Edição especial encardenada com as 6 edições.

http://rapidshare.com/files/202902587/Liga_extraordinaria_volume_02.rar

CDisplay – Programa para ler HQ´s

http://cdisplay-comic-reader-18.zipdownloads.com.br/download.html

Links originalmente postados em Scanmaniacs http://scanmaniacs.blogspot.com


Warner promete pelo menos um filme de herói DC por ano - Flash pode ser o próximo


Alan Horn, presidente da Warner Bros., confirmou em uma conferência na Showest uma notícia que muita gente estava esperando: sim, a partir de agora os heróis DC serão a grande aposta do estúdio no cinema. Segundo Horn, eles tomarão o lugar dos filmes de Harry Potter - o último sai em 2011 - como os principais lançamentos de meio de ano da WB.

Começa com Lanterna Verde, ano que vem. Horn não confirmou, mas segundo nossos parceiros do Collider, presentes na Showest, correm rumores de que 2012 terá não só o próximo filme do Batman como também um longa-metragem de Flash. As movimentações nos bastidores do filme do velocista se intensificaram nas últimas semanas.

Mulher-Maravilha deve entrar na lista em seguida, sem contar o recomeço da franquia Superman. Esse, afinal, é o motivo da grande reestruturação da DC iniciada no ano passado, que a transformou em DC Entertainment.

Alan Horn continua prometendo anúncios grandes para os próximos meses. Vamos ver.

Fonte: Omelete http://www.omelete.com.br

Os Mercenários (The Expendables) – Novo Cartaz



Herdeiros de Kirby processam a Marvel e a Disney

Na segunda semana de março, os herdeiros de Jack Kirby entraram com um processo, na corte distrital de Los Angeles, contra a Marvel Comics e a Walt Disney Company.

O processo visa o término da cessão de direitos existente dos personagens criados ou cocriados por Jack Kirby (entre eles: Quarteto Fantástico, X-Men, Homem de Ferro, Homem-Aranha, Hulk, Thor, Vingadores, Nick Fury e Homem-Formiga), a maioria deles entre 1958 e 1963, e receber uma parcela do lucro gerado pelos mesmos.

Este é o terceiro ato de uma batalha que está longe de terminar e, de certa forma é uma extensão do conflito de Jack Kirby com a Marvel, que perdurou por mais de 30 anos de sua carreira. A luta de Kirby é descrita em detalhes no livro Tales to Astonish, de Ronin Ro.

Não foi um fato inesperado, visto que, em setembro de 2009, o advogado dos herdeiros de Kirby, Marc Toberoff (que também está envolvido na briga pelos direitos do Super-Homem), enviou 45 avisos de cancelamento de direitos autorais para a Marvel Comics, Walt Disney Company, Sony Pictures, Universal Pictures, 20th Century Fox e outras empresas relacionadas com a produção de filmes.

O contra-ataque da Marvel ocorreu em janeiro deste ano, quando a "Casa das Ideias" entrou com um processo contra os herdeiros de Kirby clamando que o trabalho dele era work for hire, o que significa que ele havia sido contratado pela Marvel com propósito específico e que suas criações pertenceriam à editora e não ao artista.

Determinar se a produção de quadrinhos de Jack Kirby para a Marvel foi ou não resultado de trabalho contratado (work for hire) é fundamental para ambas as partes do processo. De acordo com a lei de direitos autorais estadunidense, os herdeiros só poderiam readquirir seus direitos caso o trabalho não tenha sido contratado pela editora.

A família afirma que Kirby era um free-lancer, e não um funcionário, e que criou ou cocriou histórias que foram compradas pela Marvel (ou pela Atlas).

Outro problema relacionado está no fato de que, durante anos, a Marvel se negou a devolver todos os originais de Jack Kirby, e que muitas de suas páginas "sumiram" e hoje se encontram nas mãos de colecionadores e revendedores. Lisa Kirby afirma que a editora agiu com malícia.

Além disso, os herdeiros de Kirby exigem reparações de danos, apoiados pelo Ato Lanham, pelo fato de que Kirby não foi identificado como cocriador dos personagens na propaganda e marketing de filmes como O Incrível Hulk, X-Men Origins: Wolverine (neste caso, devido ao uso de personagens como X-Men, Professor X, Scott Summers e Blob).

Os herdeiros exigem três vezes o valor perdido (ou a ainda a ser perdido) devido a essas omissões. O processo não menciona valores, mas é certo que serão dezenas de milhões de dólares.

Por Sergio Codeposti

Fonte: Universo HQ http://www.universohq.com.br










Flash Comics #1 é vendido por 450 mil dólares

O site Bleeding Cool divulgou que uma cópia de Flash Comics #1, graduada pelo CGC (Certified Collectibles Group - Comics Guaranty) com a nota 9,6, foi vendida em leilão, no site Heritage Auctions, pelo valor de 450 mil dólares.

O sucesso do leilão é resultado da valorização dos títulos da DC Comics, das décadas de 1930 e 1940, após as vendas milionárias de Action Comics #1 e Detective Comics #27, ocorridas em fevereiro.

A edição leiloada fazia parte da famosa coleção Edgar Church "Mile High". Em 2006, uma outra cópia de Flash Comics #1 foi vendida por 273.125 dólares.

Outra revista que vai arrecadar uma fortuna em leilão é uma edição de Action Comics #1 graduada pelo CGC com a nota 8,5, superior à de Action Comics #1, da Coleção Kansas City, graduada com 8,0, vendida por um milhão de dólares.

Esta cópia de Action Comics #1 possui a maior graduação do CGC para esta edição. A revista será leiloada pela Comicconnect, que comprou a edição numa venda privada por mais de 1 milhão de dólares (o valor exato não foi divulgado).

Action Comics #1 CGC 8,5 será vendida para o primeiro comprador que oferecer o valor determinado pela Comicconnect.com. O leilão ocorrerá nos próximos meses, mas a data ainda não foi divulgada.

A Comicconnect não revelou se esta cópia em particular pertence a alguma coleção famosa ou se é uma edição com pedigree.

Por Sérgio Codeposti

Fonte: Universo HQ http://www.universohq.com.br/


sábado, 13 de março de 2010

Bone Thugs-n-Harmony - Creepin On Ah Come Up (1994) - Download


Formado em 1991, com o nome de B.O.N.E Enterpri$e, por Krayzie Bone (Anthony Henderson), Layzie Bone (Steven Howse), Bizzy Bone (Byron McCane II), e Wish Bone (Charles Scruggs), o Bone é um autêntico exemplo de persistência, garra e determinação.

O sufoco que esses caras passaram para chegar ao sucesso realmente não é para qualquer um!

Vindos de Glenville, bairro pobre de Cleveland (Ohio), o Bone lutou muito para chegar ao seu primeiro trabalho, Faces of Death, lançado com o primeiro nome do grupo, B.O.N.E Enterpri$e, em 1993.

Ainda nesse ano Flesh-n-Bone (Stanley Howse) entrou no grupo e eles decidiram mudar seu nome para Bone Thugs-n-Harmony, Bone para os íntimos.


Vendo que nada acontecia para a banda em Cleveland decidem ir tentar a sorte na ensolarada Califórnia, com um vago plano de entrar em contato com Eazy-E e conseguir um contrato com a Ruthless Records.

A estadia da banda em Los Angeles foi brutal, os manos não conseguiam empregos, e muito menos shows ou um contrato com alguma gravadora, chegaram a passar fome e morar na rua.

Até que conseguiram entrar em contato com Eazy – E por telefone, que se dispôs a fazer uma audição com eles, após voltar de um show em.....Cleveland!

Sem pensar duas vezes a banda voltou para Cleveland (não me perguntem como) e fez uma audição ao vivo e à capela para Eazy-E no backstage do local em que ele iria tocar!

Impressionado com o que escutou, Eazy prontamente ofereceu um contrato com a Ruthless Records a eles.

Pouco tempo após isso retornaram à Los Angeles, dessa vez com lugar para ficar e um contrato, e entraram em estúdio para trabalhar no que viria a ser o mega-clássico EP `Creepin On Ah Come Up`.

O disco foi produzido por Eazy-E, DJ Yella, DJ U-Neek (que trabalharia com eles em vários de seus discos posteriores), Rhythm D, e o próprio Bone.

O EP apresentava ao grande público o estilo único do Bone, levadas ultra rápidas, supersônicas, misturadas com vocais extremamente melodiosos, algo totalmente diferente de tudo feito na época.



Lançado pela Ruthless Records em junho de 1994, o EP teve uma boa, porém lenta, aceitação entre o público de gangsta rap, mas o lançamento dos singles e videos `Thuggish Ruggish Bone` e `Foe Tha Love of $` mudou isso da noite para o dia, as músicas passaram a serem tocadas em rádios mainstream e os vídeos tiveram alta rotação na MTV, The Box, e até em programas que jamais dariam destaque a um grupo de gangsta rap.

O EP vendeu mais de 4.000.000 de cópias nos E.U.A, dando ao Bone a tranqüilidade de retornar ao estúdio sem pressão e trabalhar em `E 1999 Eternal`, esse sim seu 1º full length, que foi lançado em 1995 e firmou de vez o Bone como um dos maiores nomes do milionário e ultra concorrido mercado rap estadunidense.

Durante todo o resto da década de 90 o Bone continuou lançando discos de sucesso, além de álbuns solo de TODOS seus integrantes, que por sua vez apadrinhavam outros grupos e rappers e os lançavam, originando a Mo Thugs Family, um conglomerado (ou posse) dos membros do Bone e associados.

Conheço um camarada no Parque Anhanguera que tem todos esses discos, no dia em que ele me mostrou eles a coleção cobria sua cama......de casal!

O impacto do Bone na cena rap mundial é imensurável, eles realmente mudaram o estilo, algo que pouquíssimos músicos conseguem fazer.

O Bone Thugs-n-Harmony não mudou o rap apenas musicalmente, mas também na parte lírica, trazendo preocupações espirituais e existenciais em suas letras, algo até então inédito no gangsta rap, e que até hoje gera vários e vários boatos sobre as crenças dos membros da banda.

Infelizmente o verdadeiro império que o Bone formou durante os anos 90 ruiu nos anos 2000´s, discos com baixas vendagens, problemas judiciais e prisões de integrantes, brigas entre eles, tudo isso foi minando o grupo, que ainda existe, mas bem menor do que já foi, hoje em dia eles lançam seus álbuns através de seu próprio selo BTNHWorldwide, com um contrato de distribuição com a Warner Bros.

Aqui no Brasil eles ficaram conhecidos justamente com esse EP, me lembro bem da época, não só eu como qualquer um que já conhecia rap nacional na segunda metade da década de 90 se lembra do impacto que o Bone teve por aqui.


Por falar nisso, vou contar um episódio cabuloso envolvendo o Bone: em 2002 Ice Blue, do Racionais MC´s, anunciou que organizaria um mega show do Bone em um estádio de futebol em São Paulo, não me lembro qual deles, imediatamente rappers e fãs da banda do Brasil inteiro (e até de alguns países vizinhos) passaram a aguardar com ansiedade mais notícias sobre o show.

O show teve sua data marcada, e pessoas do país inteiro organizaram caravanas, nós aqui em GYN também!

Na hora da van daqui sair duas pessoas não apareceram, e o dono da van não queria sair de jeito nenhum, tentamos de tudo, mas nada, o cara não queria ir, aí resolvemos correr atrás de outra van e também não tivemos sorte.

Arrasados, desistimos da viagem, mas um mano de Aparecida foi para o Postão pegar carona, e conseguiu, falo dele de novo daqui a pouco.

A excursão ia sair do Joãzinho Mercês, quando o lance deu pra trás quem bebia ficou por lá mesmo, o resto foi embora, preciso falar onde eu fiquei?

Alguns dias depois ficamos sabendo que o show do Bone não rolou por causa dos problemas legais de alguns deles (alguns estavam na tranca, em regime fechado, penitenciárias tipo a do OZ!), como os caras não queria vir para cá sem alguns membros e fazer um show `meia-boca` decidiram cancelar a apresentação.

Inclusive o senador Eduardo Suplicy (amigo de vários medalhões do rap paulista) tentou ajudar se responsabilizando pela estadia dos membros presos durante o show no Brasil, mas nos E.U.A, ao contrário daqui, não tem conversa, se o cara está na tranca é lá que ele fica, não tem essa de sair para fazer show.

Diante disso Ice Blue se viu obrigado a fazer um `catadão` entre os maiores nomes do rap nacional da época e fazer um festival com os ingressos à metade do preço, quem já tinha ingresso podia levar um acompanhante na faixa.

Esse lance aconteceu de um dia para o outro, só o pessoal de Sampa e das cidades próximas já sabia que o Bone não iria tocar, e as excursões já haviam saído de suas cidades. Quem foi curtiu, mas em uma entrevista algum tempo depois Blue declarou que o prejuízo passou de R$ 1.000.000,00!

Alguns detalhes cabulosos: 3 ônibus saíram de Brasília, tem gente de lá com raiva desse show até hoje!

Havia uma excursão do Chile no show, coitados dos hermanos! E o mano de Aparecida que foi pegar carona no Postão conseguiu chegar em Sampa no outro dia, mas demorou uma semana para conseguir voltar de lá para GYN/Aparecida!

Caso você não conheça o Bone esse disco é uma `porta de entrada` perfeita para a discografia deles, se você já conhece o som dos manos `Creepin On Ah Come Up` é uma ótima pedida para recordar uma época em que o rap era bem melhor, baixem!



DOWNNLOAD

http://www.mediafire.com/?mwqmu3yt2zy

BONE – THUGGISH RUGGISSH BONE

BONE – FOE THA LOVE OF $

BONE – NO SURRENDER